terça-feira, 31 de março de 2009

Frida Kahlo (1907 - 1954)




Frida Nasceu em 1907 no México, mas gostava de declarar-se filha da revolução ao dizer que havia nascido em 1910. Sua vida sempre foi marcada por grandes tragédias; aos seis anos contraiu poliomelite, o que a deixou coxa. Já tinha ultrapassado essa deficiência quando o autocarro em que passeava chocou contra um eléctrico. Ela sofreu múltiplas fracturas e uma barra de ferro atravessou-a entrando pela bacia e saindo pela vagina. Por causa deste último, fez várias cirurgias e ficou muito tempo presa em uma cama.Começou a pintar durante a convalescença, quando a mãe pendurou um espelho em cima de sua cama. Frida sempre pintou a si mesma: "Eu pinto-me porque estou muitas vezes sózinha e porque sou o assunto que conheço melhor". As suas angústias, as suas vivências, os seus medos e principalmente seu amor pelo marido Diego Rivera.



A sua vida com o marido sempre foi bastante tumultuada. Diego tinha muitas amantes e Frida não ficava atrás, compensava as traições do marido com amantes de ambos os sexos. A maior dor de Frida foi a impossibilidade de ter filhos (embora tenha engravidado mais de uma vez, as sequelas do acidente impossibilitaram-na de levar uma gestação até o final), o que ficou claro em muitos dos seus quadros.



Os seus quadros refletiam o momento pelo qual passava e, embora fossem bastante "fortes", não eram surrealistas: "Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei minha própria realidade". Frida contraiu uma pneumonia e morreu em 1954 de embolia pulmonar, mas no seu diário a última frase causa dúvidas: "Espero alegremente a saída - e espero nunca mais voltar - Frida". Talvez Frida não suportasse mais.

Esta é biografia, em traços muito gerais de uma senhora pela qual nutro uma profunda admiração, posso dizer que sera A minha pintora preferida!!!!


Aqui está a capa do filme que homenageia a pintora, para quem for mais preguiçoso a ler!

6 comentários:

sonia disse...

O que é a poliomelite? LOL

A autoescopia deu cabo de ti!Agora só falas da Frida!!!Não é de todo a minha pintora preferida (viva o Dalí e o surrealismo!), mas também nutro uma grande admiração pela pessoa!
Anda muito inspirada, a minha amiga...

Paulo disse...

"A arte pode vencer a natureza, desde que o artista deixe nela a sua marca..."

Lendo o teu artigo pode-se dizer que Frida Khalo tentou por isso em prática. deixando grandes obras de arte para leigos como eu apreciarem...

Fazendo uma analogia, digo que tu também já deixas-te marcas naqueles que te rodeiam...

Parabéns pelo atigo

BJS GRANDES

Just me disse...

Minha querida este post sobre a Frida já estava a ser cozinhado antes de começar a formação... Por isso essa boca foleira não se aplica!!! LOL

Fiquei a saber que falo a cantar, o que é sempre bom, só espero que haja boa musica naqueles sitios em que o forte é o preço!!!

Bem vindo Paulinho, Nave de Haver sempre, mas acho que ja estavas no exilio à muito tempo e nunca te vi fazer mal a ninguem por isso não percebi tanto tempo de ausência!!!!

A Frida é a minha pintora de eleição, gosto de tudo nela, até do bigode! LOL

Sim minha mais velha amiga, eu também gosto do Dali e de autoescopias!!!!! Quase tanto de uma coisa como da outra!!!! LOL!!! Mentira! Gosto de ambas as coisas! É sempre engraçado aparecer na tv!!!

Paulo disse...

Apesar de o exílio ter sido forçado foi útil... No entanto espero que não seja verdade que "os ausentes fazem sempre mal em voltar"...

Melhores dias virão para este lado...

Fica Bem

BJS GRANDES

Just me disse...

Tu podes voltar sempre meu amigo!!!! Até porque eu odeio almoçar sozinha!!!!!

Volta, tu estas perdoado!!!!

Beijos

Paulo disse...

É bom saber isso... :))

Já agora, posso dizer que "aprendi que é suficiente estar com aqueles de quem gosto..."

Para mim a tua companhia é melhor que nada...

BJS GRANDES