terça-feira, 13 de outubro de 2009

Dois Amantes, o Mundo



dois amantes, o mundo
cada um no seu reino, beijam-se nas praias
quando as ondas batem as areias

o mar é o meu navio,
hoje naufrago feliz

sabes quem sou, as dunas
que se levantam com o vento são
os sonhos do amor que dormita
em sossego nas praias

a terra és tu o mar sou eu

Jorge Reis-Sá, in "A Palavra no Cimo das Águas"

3 comentários:

Paulo disse...

"a disponibilidade de um amor
nasce numa cratera de deus

anos antes, um pequeno corpo rochoso beijou
a pele do pátio e um pequeno estrondo, tal suspiro
saiu da sua boca, expirou

a brisa, breve e quente
esvoaça sobre os sulcos da terra
e leva consigo uma espera

hoje essa terra és tu
e um amor disponível é a espera
que espera algures por ti"

BJS GRANDES

sonia disse...

Lindo! Acho que tem tudo a ver com esta fase!!

Beijo

Just me disse...

Qual fase??? Não estou a perceber!!! LOL!!!

Beijocas