sexta-feira, 3 de abril de 2009

Amor

Soneto de amor

Não me peças palavras, nem baladas,
Nem expressões, nem alma...Abre-me o seio,
Deixa cair as pálpebras pesadas,
E entre os seios me apertes sem receio.

Na tua boca sob a minha, ao meio,
Nossas línguas se busquem, desvairadas...
E que os meus flancos nus vibrem no enleio
Das tuas pernas ágeis e delgadas.

E em duas bocas uma língua..., - unidos,
Nós trocaremos beijos e gemidos,
Sentindo o nosso sangue misturar-se.

Depois... - abre os teus olhos, minha amada!
Enterra-os bem nos meus; não digas nada...
Deixa a Vida exprimir-se sem disfarce!

Mais um poema de José Régio!!!

Não é bem uma amada que procuro, e nesse verso alteraria qualquer coisita, até porque eu sou moderna, mas nem tanto!!!!!!

Queria um amor assim, será que o tenho? Será que alguma vez o tive? Será que alguma vez o terei?

Será que não o tenho porque coloquei a fasquia demasiado alta e não me deixei ser amada? Será que o mereço???? Às tantas não o tenho porque não o mereço...

Ou porque o procuro e não deixo que ele me encontre! Às tantas o melhor é mesmo deixar de te procurar e esperar que um dia venhas até mim e me salves desta dor que trago comigo!

Mas queria muito um amor que me fizesse sentir viva, que desse sentido a tudo o que trago escondido dentro de mim!

Vou tirar uma licença destas coisas do amor e tentar esquecer que ele existe! Talvez não me sinta tão só no meio da multidão!

P.S. Por favor procura-me depressa porque me sinto só!!!!!!!



Um amor sem inicio nem fim..... Como é cantado pelos Donna Maria... Será que ele vai reparar em mim????????? Quem quer que ele possa ser....

7 comentários:

Paulo disse...

"Quem é esta mulher,
a sempre triste,
que vive no meu coração?
Quis conquistá-la mas não consegui.

Adornei-a com grinaldas
e cantei em seu louvor...
Por um momento
bailou o sorriso no seu rosto,
mas logo se desvaneceu.

E disse-me cheia de pena:
— A minha alegria não está em ti.

Comprei-lhe argolas preciosas,
abanei-a
com leques recamados de diamantes,
deitei-a em cama de oiro ...
Bateu as pálpebras
como um relâmpago de alegria
que logo se apagou.

E disse-me cheia de pena:
— Não está nessas coisas a minha alegria.

Sentei-a num carro de triunfo,
e passeei-a por toda a terra.
Milhares de corações conquistados
caíram humildes a seus pés,
e as aclamações reboaram pelo céu...
Durante um momento
brilhou o orgulho nos seus olhos,
mas logo se desfez em lágrimas.

E disse cheia de pena:
— Não está na vitória a minha alegria..

Perguntei-lhe:
— Que queres então?
Respondeu-me:
— Espero alguém
que não sei como se chama.
Depois calou-se.

E passa os dias a dizer cheia de pena:
— Quando virá o amado desconhecido?
Quando o conhecerei para sempre?"

Vais ver que essa pessoa vai aparecer quando menos esperas....

Pela pessoa especial que és mereces alguém muito especial...

BJS GRANDES

(P.S. - não sei se enviar o poema foi boa ideia ou não. Se não foi, as minhas DESCULPAS...)

sonia disse...

Minha Princesa Linda!!!Não te sintas só! Ainda não reparaste que és demasiado especial para seres amada por qualquer um...O teu amor sem inicio nem fim, vai chegar quando menos esperares e vais ter tantas borboletas no estomago que até vais enervar o pessoal com tanta felicidade! Acho que a pessoa que verdadeiramente te merece está para chegar...

Beijoca grande nessa bochecha sardenta!

Just me disse...

A parte da bochecha sardenta, podias ter omitido, ninguem precisa de fazer contas à base que eu gasto todos os dias para disfarçar esta coisa!!!!!!

Borboletas no estomago parece-me bem.... é a expressão equivalente aos oculos cor de rosa, certo?

Quando vires por aí essa pessoa diz-lhe que estou à espera!!!!! O pior é se essa pessoa já se encontra à minha espera e eu nem sei!!!

Beijocas

Paulo disse...

Concordo com a Sr Sónia (a quem eu deixo as minhas respeituosas saudações)...

Quem espera sempre alcança... E quando menos esperas vais ser recompensada...

BJS GRANDES

sonia disse...

Essa parte da Sra, deixou-me nervosa...Aceito as saudações e retribuo, mas sem a Sra. Sempre que me tratam por Sra ou D.Sónia só me lembro da bruxa da professora primária da Mealhada!

Também acho que quem espera sempre alcança...

Just me disse...

Sra Sónia.... Nem tinha reparado neste pormenor.... Sabes que o Paulinho é um rapaz respeitador.... É daqueles que já não se fazem!!!!

Beijocas para os dois!!!

Paulo disse...

Cara Sónia, pode ficar descansada, pois não volta a acontecer :)

E já agora Andreia, agradeço o elogio...

BJS GRANDES para as duas.