segunda-feira, 13 de abril de 2009

Páscoa

Ontem foi dia de Páscoa e para além de algumas dores no corpo que surgem da minha doença, juntaram-se também aquelas a que as Donas de Casa (Desesperadas) acumulam nestes dias, em que nada parece suficientemente arranjado e bonito para se receber a família e os amigos.

Cá para mim o que nos preocupa, não são bem os amigos, são mais os inimigos. Os amigos chegam para nos ver e não para ver a nossa casa está suficientemente limpa ou arrumada!

Adiante que isto foi só um desabafo!

Hoje senti-me perdida e em busca de respostas, ainda não as encontrei, nem sei se algum dia as encontrarei!

O que foi não volta a ser…. Esta frase, ouvi-a vezes sem fim no meu coração, e a saudade hoje nem sei bem se doeu se me matou….

A tradição cá em casa é a seguinte: levantar bem cedo (ou não), vestir sempre à pressa e geralmente com a minha mãe a gritar (acho que hoje até a ouvi), e ir a casa de uma velhinha amiga beijar o senhor (a cruz, o compasso, como queiram) e tomar o pequeno-almoço. Conversar, muito e sorrir, matar saudades, ver pessoas, beijos e abraços, afinal de contas é um dia feliz! Depois almoçamos, voltamos a esperar pela cruz em casa, e no fim da tarde vamos de novo esperar a cruz a casa do meu padrinho (um senhor que também acumula funções de tio).

Este era o desenrolar de um dia feliz!

Depois da morte da minha mãe passou a ser um dia triste…. E este ano, então só me apetecia chorar, porque a ferida aberta no meu coração com a morte desta amiga velhinha que visitei sempre neste dia ainda jorra demasiado sangue! Foram emoções a mais!

Devemos fazer o que nos faz sentir bem e aquilo que tornaria felizes aqueles que amamos! Mas nem sempre é fácil porque dói demais!

Por um momento ou outro, todos tivemos a lágrima no canto do olho, mais ou menos contidos na dor, todos sofremos, no entanto estivemos presentes! A conversa girou em torno dos vivos, mundo, da crise e mal do Sr. Primeiro-ministro q.b., falamos de nós e da vida de cada um! Fizemos aquilo a que chamo de matar saudades! E recebemos mais uma pessoa "nova" nestas andanças, a Iara! Mais uma pequena vida a juntar aos outros "pequenos"…

Saímos daquele lugar com a sensação de dever cumprido! Ao passo que elas aposto que nos estiveram a ver de algum lado, sempre na conversa e cuidar de nós! Aposto que estiveram ali e ficaram felizes por nos ver unidos!

Se querem que vos diga não sei se hoje foi um dia feliz ou triste, só sei que foi um dia de muita saudade!

A minha amiga de sempre e da qual um dia vos vou contar o que me ensinou está nesta foto, que já tem alguns anos! Da esquerda para a direita: Maria José Ramalheira (minha amiga de sempre e para sempre), "Sãozinha" Ramalheira (sua filha) e o Padre Carlos Godinho!





 

P.S. Esta senhora era a única amiga que eu tenho que se chama Maria José, tudo o resto que possam ouvir por aí é boato! E jamais deixará de ser boato!

Por favor, deixem de incomodar quem só deseja que a deixem em paz! Será pedir muito?!?!?!?!?!?!?

6 comentários:

sonia disse...

Ao pé do Padre Carlos até eu me ria!!!
Agora a sério; a Pascoa foi esquisita ate para mim. Começam a faltar as pessoas, as nossas rotinas mudam porque já não têm razão de ser...mas a vida continua para nós, infelizmente, sem fazer muito sentido...Com a consciência que cada vez vai alterando mais e mais!
Continuo a ter-te por perto, minha querida amiga e espero que isso não mude muito cedo. Agora temos a tua Mãe, a tua Amiga e a minha Tia/Madrinha a olharem por nós, descobrirem as nossas asneiras de anos, e a rirem com as nossas vitorias!

Um beijo muito grande para ti e para as nossas estrelinhas!

Paulo disse...

Quem lê este artigo percebe o quanto especiais eram para ti as pessoas que contigo não puderam estar...

No entanto, as respostas que procuras estão no teu coração... Em minha humilde opinião acho que acabaste de responder a parte dessas "dúvidas": "Devemos fazer o que nos faz sentir bem e aquilo que tornaria felizes aqueles que amamos!"...

Tenho a certeza que aquilo que fazes aos teus o fazes da melhor maneira que sabes e claro, com muito AMOR. Quem dá tudo o que tem... Já sabes o resto...

Ânimo... Algo que precises vou estando por aí...

BJS GRANDES

Just me disse...

E está tudo dito!!! Beijocas para todos e para as estrelinhas!

Ester disse...

Sei que deve ter sido bastante penoso para ti, nesta época festiva, não teres ao teu lado essas pessoas que amas, que te são tão queridas e cuja presença era essencial...

Reparei que apesar da ambiguidade dos teus sentimentos desse dia, acabaste por dizer que “... foi um dia de muita saudade”. E como eu acredito que a saudade é o amor que fica nos nossos corações, então nunca estiveste só. Lembra-te que como tens sempre essas pessoas no teu coração, elas estão sempre presentes!

Não esqueças que os amigos (eu) estão ao teu lado prontos a oferecer a sua amizade, disponíveis para te escutar e desejosos de te ver sorrir ;o)

Continua a fazer o que te faz sentir bem e aquilo que torna felizes aqueles que amas!

Admiro-te muito!
Beijocas

Just me disse...

Obrigado!!!!

Mais uma vez fiquei sem palavras!!!

A saudade é assim....

Paulo disse...

"Não esqueças que os amigos (eu) estão ao teu lado prontos a oferecer a sua amizade, disponíveis para te escutar e desejosos de te ver sorrir ;o)"

Assino por baixo :)

BJS GRANDES