quarta-feira, 6 de maio de 2009

Para ti

Para Ti


 

Foi para ti
que desfolhei a chuva
para ti soltei o perfume da terra
toquei no nada
e para ti foi tudo

Para ti criei todas as palavras
e todas me faltaram
no minuto em que talhei
o sabor do sempre

Para ti dei voz
às minhas mãos
abri os gomos do tempo
assaltei o mundo
e pensei que tudo estava em nós
nesse doce engano
de tudo sermos donos
sem nada termos
simplesmente porque era de noite
e não dormíamos
eu descia em teu peito
para me procurar
e antes que a escuridão
nos cingisse a cintura
ficávamos nos olhos
vivendo de um só
amando de uma só vida

Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas"

9 comentários:

Paulo disse...

Lindo!! Palavras para quê...

BJS GRANDES

Paulo disse...

"Aproximo-me da noite
o silêncio abre os seus panos escuros
e as coisas escorrem
por óleo frio e espesso

Esta deveria ser a hora
em que me recolheria
como um poente
no bater do teu peito
mas a solidão
entra pelos meus vidros
e nas suas enlutadas mãos
solto o meu delírio

É então que surges
com teus passos de menina
os teus sonhos arrumados
como duas tranças nas tuas costas
guiando-me por corredores infinitos
e regressando aos espelhos
onde a vida te encarou

Mas os ruídos da noite
trazem a sua esponja silenciosa
e sem luz e sem tinta
o meu sonho resigna

Longe
os homens afundam-se
com o caju que fermenta
e a onda da madrugada
demora-se de encontro
às rochas do tempo..."

(Imagino que saibas quem escreveu. Espero que gostes...)

BJS GRANDES

Just me disse...

Por acaso não conhecia..... Agora desiludi-te!!!! Afinal é como te digo, a sabedoria está um bocadinho funda.....

Cruzei-me com este poema, algures, e adorei mas devo confessar que ainda nao li muito deste autor.....

Beijocas!

Paulo disse...

Se te disser que é do mesmo escritor e do mesmo livro, acreditas??

Tu não me desiludes... Cada dia que passa orgulho-me cada vez mais ter-te conhecido...

"A sabedoria consiste em compreender que o tempo dedicado ao trabalho nunca é perdido..."

"Por sabedoria entendo a arte de tornar a vida mais agradável e feliz possível..."

"A sabedoria não é outra coisa senão a ciência da felicidade..."

E acho que chega...

BJS GRANDES

sonia disse...

Vocês andam a competir com poemas??? Muito lindos os dois!
Poemas, claro!
Não, minha linda!não estou a dizer nada de mal...Tu és MUITO LINDA!

Just me disse...

Eu já não vou competir com mais ninguém! Eu sou como sou! Posso limar algumas arestas mas quem quiser comer a carne vai ter de roer os ossos como eles estão!!!! Beijocas

Paulo disse...

Eu também não ando a competir com ninguém. Apenas achei que a melhor "resposta" ao poema era "responder" com outro poema, mais nada... A resposta esteve à altura e foi a mais correcta?? Não sei... Julgeum vocês :)

"Em carácter, em comportamento e em todas as coisas, a suprema excelência está na simplicidade..."

"As coisas simples são indissolúveis. Não havendo nelas contradição, a tendência é para serem duráveis..."

Ainda bem que és assim...


E desculpem o atraso na resposta. Como estive do "outro lado do mundo" não me foi possível responder mais cedo...

BJS GRANDES

Just me disse...

Do outro lado do mundo... Só tu!

Nave de Haver, olé!

Beijocas!!!!

Paulo disse...

Vendo bem as coisas, não me enganei muito (hehe)...

Nave de Haver, uma pequena grande terra (já agora, quem tiver um pouco de curiosidade em conhecer um pouco mais sobre Nave de Haver visitem este site: www.navedehaver.com)...

Obrigado...

BJS GRANDES