sábado, 13 de junho de 2009

António Variações

Porque à alguns atrás este senhor deixou o mundo dos vivos!



Canção do Engate

Tu estás livre e eu estou livre
E há uma noite para passar
Porque não vamos unidos
Porque não vamos ficar
Na aventura dos sentidos

Tu estás só e eu mais só estou
Que tu tens o meu olhar
Tens a minha mão aberta
À espera de se fechar
Nessa tua mão deserta

Vem que o amor
Não é o tempo
Nem é o tempo
Que o faz
Vem que o amor
É o momento
Em que eu me dou
Em que te dás
Tu que buscas companhia
E eu que busco quem quiser
Ser o fim desta energia
Ser um corpo de prazer
Ser o fim de mais um dia

Tu continuas à espera
Do melhor que já não vem
E a esperança foi encontrada
Antes de ti por alguém
E eu sou melhor que nada
Refrão (3x)

5 comentários:

sonia disse...

Palavras para quê? Musica fantastica e intemporal!

Just me disse...

Sempre, pena que deste senhor já não vai haver mais novidades!

Beijocas!!

Paulo disse...

Concordo com a Sónia... Basta dar uma vista de olhos pela letra da musica para percerber que este senhor era um artista!!!

Ainda me lembo quando a Antena 3 fez um pograma especial sobre o António Variações e onde se deram a conhecer alguns dos "segredos" dele...

BJS GRANDES

Just me disse...

Um artista!!!! Mas não da rádio, da revista e da cassete pirata porque esse é o Serafim Saudade!!!

LOL

Beijocas

Paulo disse...

Serafim Saudade... Mais um grande artista...

Aguardam-se notícias desse senhor...

BJS GRANDES