domingo, 10 de janeiro de 2010

Ter um filho...

Quando decidi ter um filho, não foi uma decisão que tomei sózinha....
No entanto todas as decisões que se foram sucedendo são minhas...
O pai não está, nunca tem responsabilidade nenhuma, as responsabilidades, o que custa é sempre para a mãe! Vai buscar e levar o filho ao colégio um dia por semana e ja acha muito.
Leva-o uns dias e não acaba os trabalhos de casa para ir passear com uma amiga. (Pobre amiga que ele apelida de pendura, diz que ela aparece sem ser convidada, que eu saiba as portas dos prédios só se abrem depois de carregarmos no botão da campaínha....)
Deixa o filho a chorar uma noite inteira, porque desliga o telemóvel e vai saciar um desejo carnal qualquer daquela senhora que ele achou que era a mulher da vida dele e que agora chama de louca...
Enfim, ser pai de fim de semana é bom, sai um bocadinho caro na pensão todos os meses, mas pronto, quando se paga alguma coisa, achamos que podemos compensar a figura masculina que um filho não tem e o amor e carinho que não se dá!
O meu filho sente a falta de ter um pai e infelizmente eu escolhi mal!
Desculpem o desabafo, mas tenho de elogiar aqui as grandes mulheres que andam por aí e que criam os filhos mais sózinhas do que acompanhadas.....
É como diz o meu pai, quando é para estar com as perninhas no ar, é sempre fácil, tomar conta, educar e amar todos os dias é que dá trabalho! E quando começa a dar trabalho, abandona-se o barco, como os ratos.....

7 comentários:

Walker Woman ツ disse...

A vida não é nada fácil e tu que digas. A falta de amor com amor se compensa e é isso que o teu filho recebe diariamente de ti ;)

Força;)

Beijito**

Just me disse...

Obrigada querida!

Existem dias complicados....

As pessoas desistem muito depressa, ou não tentam....

Não sei se me faço entender!

Beijocas

Tita disse...

Compreendo tanto o que sentes apesar de não ser exactamente o que se passa cá por casa....
Aqui o pai é presente, mas as amigas ou pseudo amigas tb fazem parte da vida.
As voces preferia que o meu filho nem pai tivesse.
Beijos e olha q se lixem estes coisas que se dizem homens.....

Just me disse...

Eu não posso dizer que ele é ausente, mas só está presente no que lhe interessa e no que se vê.... Tipo tirar fotos em torneios de ténis e assim.....

De resto está presente é para chatear, porque as coisas do dia a dia dão muito trabalho e ele até podia fazê-las se estivesse com ele todos os dias.....

Acho que é por isso que não as faz, mas irrita-me o pouco valor que dá a quem as faz! Quando quem falhou, quem se portou mal e quem não sabe definir prioridades é ele!!!!!

Enfim....

Gajos!! Não valem um chavelho!!!

sonia disse...

Não custou a ser feito e foi uma noite muito inspiradora! Que puto mais lindo... Só para o ver feliz tudo vale a pena,não é?


Beijo

Claudia Melo disse...

Lindo, Lindo, lindo!
Aliás, como o próprio diz, é o menino mais lindo do mundo ...LOL

Anónimo disse...

Também sou mãe sozinha...mas a decisão foi só minha... Os pais de fim-de-semana, sejam homens ou mulheres passam longe de muitas responsabilidades e obrigações, mas também perdem o direito a ver um sorrisinho lindo pela manhã ainda com os olhos fechados, o xi-coração e o beijinho quando nos voltamos a encontrar ao fim da tarde, as histórias dos amiguinhos e a descrição dos rebuliços do recreio, os conhecimentos novos daquele dia, a historinha ao deitar...O teu filhote é lindo? Óptimo. Ele é a combinação mais perfeita de duas pessoas que se amaram o suficiente para que ele acontecesse. Não escolheste mal, escolheste a única pessoa que podia contigo fazer contigo o teu filho lindo! Podias ter outro, este só mesmo com aquele pai... Não quer tomar conta diariamente, assumir responsabilidades, não importa...tu dás conta sozinha!