domingo, 1 de novembro de 2009

Diário de um dia surreal…



Odeio estes dias, o tempo passa devagar por muito que eu deseje que passe a voar, mas as horas insistem em não passar!


Dias de corridas para o cemitério, que é um sitio que odeio porque alguns dos que mais amei estão ali, não só naquele cemitério especifico mas noutros espalhados por aí…


É um misto de emoções e de dor que se instala no meu peito e não me abandona, são dias de um mau humor infindável. Desculpem mas não consigo estar bem disposta em dias assim!


Logo de manhã a Just lá pôs os "pés" ao caminho e foi ao cemitério com a avó, estava a chover, as pessoas não paravam para conversar…. Correu bem… Não tive de lidar com muita gente.


De seguida passar em casa da tia, que se saiu com aquela pérola do: precisas de arranjar um namorado!!! A partir de hoje tornou-se oficial, estou com cara de encalhada. De qualquer forma a vida ensinou-me que às vezes mais vale só do que mal acompanhada e ter companhia só por ter, sinceramente não me interessa.


Fui buscar a minha "nora" e fui à casa de saúde ver a "tia" freira, foi lindo! Vocês não imaginam o que é ter duas pestinhas no banco de trás a cantar: Santo, santo, santo é o senhor deus… MEDO, MUITO MEDO!!!!!!


Mas foi engraçado vir da casa de saúde com terços, pimpinelas e um menino jesus, quem dá o que tem a mais não é obrigado!!! Vou mas é rezar e até me podia tornar freira. Se soubessem a pele que aquela senhora tem aos 75 anos… É da genética que também ajuda mas eu tenho para mim como verdade, que ela tem uma pele daquelas porque não aturou nenhum homem! Como viver com eles, como viver sem eles!


Resumindo, como a minha noite das bruxas foi calma, o meu dia foi demoníaco!


A melhor parte foi ouvir a tua voz!



E ao chegar a casa mais uma banho de água fria ao olhar para a televisão, morreu o António Sérgio... Rest in peace!

4 comentários:

pauloines.81 disse...

Acredito que não tenha sido uma dia nada fácil...

No entanto, deves estar bem contigo mesma porque acima de tudo continuas a AMAR os que já não podemn estar a teu lado...

Guarda para ti tudo de bom que aconteceu na sua companhia...

Sei que vais conseguir superar isso...

BJS GRANDES

Ester disse...

Não peças desculpa... Todos nós temos os nossos dias, os nossos momentos, em que não estamos tão bem mas isso é perfeitamente normal e os nossos amigos aceitam-nos.

Concordo contigo quando dizes que “ter companhia só por ter, sinceramente não me interessa”.

Não consigo perceber o teu MEDO em relação ao canto das pestinhas porque acredito que devem cantar como anjinhos...

Ainda bem que ‘a voz’ conseguiu animar-te...

Partilho as emoções que viveste neste dia... estou contigo!

Beijinhos

Maria da Conceição disse...

Sem mais palavras " estou sempre aqui"
Beijo grande
Avó Sãozinha

sonia disse...

A tua noite foi calma porque foste embora cedo...se soubesses como foi o resto!
E o que eu ensinei ao Gu? Tem de aproveitar a falta do dente!

O meu dia também foi para esquecer! O que mais me enervou foi o descaramento e a falsidade de certas pessoas! O que vale é que eu e o Kau ficamos à parte disso!
Depois, o resto do dia e a noite foi espectacular!

A noticia do Antonio Sergio, ouvi logo de manha!

Beijo